Segunda-feira, 20 de Junho de 2005

MENOS VINAGRE

Na manhã seguinte, encontraram-se todos à porta do Francisco. Não comentaram uns com os outros mas notava-se que tinham dormido mal, até o Calisto, empoleirado nas grades parecia preocupado com o que tinha acontecido e com o que estava para vir. - Valter fizeste as pesagens correctamente? - Pergunta a Ana. - Sim, tudo tal qual como o Francisco me entregara! Após um curto silêncio. - Pode ter sido do vinagre - diz o Ricardo meio encolhido. - Do vinagre??? Do ... eu não acredito, juntaste vinagre? - Daí a agressividade anormal do produto. Não estava presvisto que o concentrado tivesse um efeito tão agressivo para a vítima - diz o Francisco que continua - a intenção, é inventar um produto que sirva as necessidade das forças de segurança, imobilizando o alvo, mas também é minha preocupação que o alvo (o marginal, o infractor, o delinquente), não seja vítima de agressão desnecessária. Já pensaram que um agressor muitas vezes pode ser alguém com problemas mentais e que é necessário apurar com calma a responsabilidade antes de atirar a matar? Os colegas estavam imóveis e calados a escutar o Francisco e a sua capacidade de perceber uma questão que no fundo tem tanto de óbvio que parece inquestionável. - OK, então vemos ter que tornar o concentrado menos agressivo, retirando-lhe o vinagre - diz o Valter. - Eu acho que deviamos ir ao hospital - sugere a Ana - no fundo, devemos uma explicação ao vizinho Piloto. - O senhor chama-se Basílio - diz a Joana - e também acho que deviamos ir falar com o senhor e pedir-lhe desculpa. Os rapazes olharam uns para os outros e sem dizer nada, via-se nas suas expressões, que achavam que as moças tinham tido um ataque de senssibilidade feminina. Não tiveram no entanto coragem de contrariar a ideia. - Acho bem - diz o Francisco - até porque o vizinho parece-me ser uma pessoa simpática. - Encontramo-nos na paragem do autocarro às duas da tarde - diz a Ana. Os moços saíram dali, cada um para a sua casa, enquanto o Francisco se dirigiu para o seu laboratório e com uma pequena porção de ranhoca, ensaiou várias vezes o concentrado pesando cuidadosamente os ingredientes e verificando os tempos de reacção e a ordem de adição. Registou tudo num pequeno caderno pautado e ensaiou várias vezes a reacção do concentrado, em diferentes circunstancias e em diferentes objectos.

publicado por Cravadinho às 01:30
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.pesquisar

 

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MENSAGEM DE NATAL

. CONTRA O DESEMPREGO

. AOS PROFESSORES

. BRINDEMOS

. A CALÇADA

. ABELHAS

. O SOM DO CAVAQUINHO

. PRESIDENCIAIS 2011

. BANDA DE ALTER DO CHÃO

. JARDIM PÚBLICO

.arquivos

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Setembro 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds